Tutoriais

O que é um vaporizador portátil? Qual escolher para levar?

O que é um vaporizador portátil? Qual escolher para levar?

O termo vaporizador portátil é utilizado por nosso site, Elite Vape 420, a fim de resumir, em categoria, todos os produtos que podem ser utilizados com uma só mão, além da gritante diferença de dimensões em comparação aos clássicos vaporizadores de mesa.

Vale ressaltar que este blog usa como principal fonte de referência, os conteúdos disponibilizados pelo fabricante Storz & Bickel. A finalidade é apresentar e parafrasear dados mais intuitivos sobre o vape. Seu funcionamento, uso, manutenção e contraindicações. Atenção. Este artigo não possui foco em explicar a base do assunto, mas sim, apenas uma de suas vertentes, o vaporizador portátil.

A finalidade do vaporizador portátil

No ano 2000, os primeiros Volcano's entraram no mercado para abrir portas, servir e popularizar o intuito medicinal da vaporização com certificados científicos (2009 — ISO 13485). No entanto, o tempo mudou a maneira como nos comunicamos, agimos e nos planejamos.

Com este princípio em mente, é fácil observar como a marca Storz & Bickel seguiu a tendência. Depois de 14 anos, os projetos para vaporizadores portáteis ganharam os primeiros modelos existentes da indústria. Seus nomes, — Mighty 🔗 e Crafty 🔗.

Crafty+ e Mighty+

De qualquer maneira, o longo tempo de espera foi bem pago com um bom design ergonômico para as mãos, bem como engloba o clássico gerador de ar quente, tornando a experiência com as flores de Canábis menos agressiva, mais intuitiva e verdadeiramente eficiente!

Contudo, o vaporizador portátil é uma vertente que traz mais liberdade para qualquer localidade. Se antes usar Canábis era algo pontual demais ou talvez burocrático, agora será mais fácil ligá-lo & desligá-lo quando quiser, onde quiser.Menos em locais molhados e úmidos.

Diferenças perante vaporizadores de mesa

As diferenças apresentadas por cada um dos modelos é gritante. Certamente não podemos afirmar que uma experiência substitui a outra. Você até pode ter um para cada situação, visto que, os Vaporizadores de Mesa são mais bem vindos em locais habituais como seu quarto ou, quem sabe, seu escritório.

Mighty+ e Volcano Hybrid em uso

Mobilidade

Observando que, o vaporizador portátil se sobressai pelo tamanho, é fácil concluir que seu uso e transporte dispensam processos demorados como a desmontagem e a embalagem, em casos de viagens. Se você está sempre em locomoção, é mais vantajoso ter um modelo compacto consigo, pois a praticidade reorganizará seu tempo e transformará sua experiência.

Capacidade e compatibilidade

Visto que, um vaporizador portátil recebe destaque por sua proposta prática, também é imprescindível citar que suas capacidades são reduzidas em comparação a um vaporizador de mesa. Este ponto pode ser definitivo para alguns usuários mais tolerantes aos efeitos do Cânhamo.

— O maior vaporizador que temos pode conter, em sua câmara de enchimento, até 1,0 grama moída por vez.

— Não estou falando apenas dos portáteis. — Confira o Plenty 🔗

Comparação entre câmaras de enchimento do Mighty+ e Plenty

Eficiência

Essa informação é expressamente relativa, visto que, nem todos os vaporizadores Portáteis trabalham com o mesmo método de aquecimento.

Inicialmente, a Convecção térmica foi a proposta mais favorável para o ano 2000. Combinada a ela estava a Condução. Portanto, o método de aquecimento Híbrido deu origem aos 1.º vaporizadores de Erva do Mundo, o Volcano Classic. E mais tarde, Volcano Hybrid.

Neste espaço de 20 anos, alguns outros fabricantes surgiram, onde dispositivos foram apresentados de maneira alternativa. Alguns usam apenas o método de Condução térmica para vaporizar a Canábis. Um grande exemplo deste processo é o vaporizador de ervas IQ2 — DaVinci 🔗.

Prós e contras perante vaporizadores de mesa

Para esclarecer as diferenças específicas de cada vertente do vape de ervas, será apresentada uma comparação direta com dados a favor e contra o vaporizador portátil. Essa junção de especificações pode ajudar novos leitores do assunto a entenderem as diferentes experiências possíveis durante a vaporização de flores de cannabis (Cannabis flos).

Contras do vaporizador portátil

  1. Inalação do vapor dependente da câmara de enchimento
  2. Indicado para uso individual
  3. Menor capacidade da câmara de enchimento
  4. Menor duração da bateria

Explicação: A| Não é possível inalar o vapor suspenso ao vaporizador, bem como em Volcano's; B | A interação com o dispositivo se faz por um único bocal; C | Geralmente, vaporizadores de mesa possuem o dobro da sua capacidade; D | É necessário esperar recarregar por um tempo […] — vaporizadores de mesa não precisam ser recarregados, pois, geralmente só trabalham ligados na tomada.

Prós do vaporizador portátil

  1. Menor processo de limpeza
  2. Alta praticidade de uso
  3. Alta portabilidade
  4. Alta discrição

Explicação: 1 | Não há tantos acessórios para se efetuar a limpeza, além do bocal; 2 | Basta colocar a Maconha e esperar aquecer onde estiver; 3 | É mais fácil colocá-lo em bolsos de calças, mochilas e malas para viagem; 4 | Ninguém vai notar de cara que você está ingerindo maconha, pois, não há queima; combustão.

Conclusão

Vendo a eficiência médica de uma das vertentes do vaporizador, pudemos dar ênfase na criação e finalidade dos diversos modelos existentes de vaporizadores portáteis. Com isso, foram abordadas as datas das 1.ªˢ aparições dos diversos modelos medicinais licenciados. Fabricados e vendidos pela marca de origem alemã, Storz & Bickel.

Junto a estes tópicos, também foram apresentadas as diferenças, prós e contras, perante os antecessores, vapes de mesa. Essa informação final possibilitará alguns dos usuários que nunca tiveram uma experiência com a vaporização de Maconha, o poder para escolher melhor uma categoria de entrada ao mundo sem combustão.

Deixe seu comentário

Comentário

Nome

E-mail

Quanto é ?