Curiosidades

Dicas de como preservar maconha: potencializando os efeitos!

Dicas de como preservar maconha: potencializando os efeitos!

Como todo bom maconheiro trago ideias e entrego dicas! Sabemos que é indispensável garantir uma dica ou outra que possa ajudar suas sessões a durarem mais ou até mesmo fazer sua própria erva seca durar mais.

Além disso, quando citamos o vaporizador de ervas secas, a discrição torna-se uma de suas características principais! Neste artigo, reunirei todas as dicas que um dia já usei e também as que uso para tornar minhas experiências com a cannabis mais longa e eficiente.

Você 'tá com pouca erva? Teste isso!

Ao vaporizar sua cannabis, os primeiros canabinoides são liberados em 157 °C, sendo o THC. Para ficar chapado não é preciso muito, mas, a maioria dos usuários fumantes ou entusiastas veteranos costumam aumentar a temperatura até próximo do limite.

No entanto, sua erva seca pode ser reutilizada com algumas condições. Ao vaporizar em temperaturas mais baixas, como 165 °C ou 175 °C, os canabinoides ainda vão sobrar! Isso quer dizer que você pode tacar a potência máxima no que sobrou.

Apesar do sabor ser um fator delicado central durante a vaporização, devemos concordar que não dá para desperdiçar uma brisa por qualquer coisa.

Sendo assim, ao acabar sua primeira sessão, não jogue a erva vaporizada fora. Guarde-a em um pote hermético separado e utilize quando for necessário. Vale salientar que o sabor não será tão notável quanto com o produto seco, mas, é uma opção de reaproveitamento para uma emergência relaxante ou criativa!

Alguns vaporizadores vão acumular uma resina chapante!

Outro exemplo de reaproveitamento está literalmente no bocal do produto. Sabemos que o vaporizador de ervas mais vendido do mercado é o G Pen Elite 2, no entanto, após um mês utilizando seu produto sem uma limpeza com álcool isopropílico, notará uma resina semelhante a cola nas partes internas do bocal.

Isso é um pouco controverso, mas, alguns vapers ainda costumam fumar sua cannabis, então, essa seria uma oportunidade de reaproveitar a resina passando uma ceda onde for possível dentro do bocal. Isso será o acúmulo de canabinoides de todas as ervas que você já vaporizou no produto!

Como remover o cheiro de maconha da ponta dos dedos?

Sabemos o quão ruim pode ser exalar o cheiro da diamba em público, no entanto, para contornar essa situação em locais inadequados, você pode pegar alguma folha de arbusto e passar nos dedos. Isso vai resolver instanteamente o problema, mas, não deixe de checar!

Acordar e vaporizar. Acordar e fumar. Wake and bake

Essa tendência tem se espalhado em muitos lugares. Acordar cedo e fumar um. Bom, não há nada que comprove a eficiência maior dos canabinoides no organismo, mas, é uma ótima ideia!

Para não acabar com as suas expectativas, temos algumas opções extras para potencializar o efeito da cannabis no organismo. Acompanhe a lista a seguir!

Como ficar ainda mais chapado com maconha!

Todos nós já buscamos métodos incansáveis de ficar mais chapado com a mesma maconha, porém as coisas se baseiam na quantidade, qualidade e tipo de erva. Já adianto, manga Alphonso e chocolates com 70% de cacau são uma ótima ideia chapante!

Tipo da maconha utilizada. Prensado? Bom, acho melhor desconsiderar

Exceto se você seja a soma de diversas outras pessoas que não se importam, o gosto do prensado não é agradável e pode não ser eficiente na vaporização tanto quanto uma flor de cannabis. Considere isso. Leia o artigo: Como escolher a melhor erva seca para seu vaporizador 🔗

Fazer exercícios antes ou durante o uso de maconha

Alguns atletas usam a maconha como um impulso para seus exercícios 🔗 pesados, tal como um bodybuilder brasileiro. No entanto, é mais aconselhado que você tenha uma cepa de cannabis sativa, pois, seu efeito energizante pode trazer mais disposição caso você escolha usar antes de um treino.

Uma simples caminhada de 20 ou 30 minutos, subir alguns degraus ou até mesmo fazer algumas repetições de calistenia básica já irão proporcionar a você mais foco, bem-estar e energia. Some isso a um banho gelado e você irá me agradecer!

Usar cannabis apenas aos fins de semana

Apesar de ser um pouco difícil para algumas pessoas que estão conectadas há muito tempo com a maconha, usá-la somente em momentos específicos pode gerar um bem-estar maior, mais eficaz e gratificante ao longo do tempo. Além de maior controle emocional, você também desenvolverá menos resistência a substância.

Eu costumo usar aos sábados e domingos, principalmente por que os domingos são ociosos e traiçoeiros em alguns sentidos. Não deixe sua mente o pegar!

Vaporizar ao invés de fumar. Fumar ao invés de vaporizar

Essa questão está intimamente relacionada ao seu organismo e pode ter uma leve conexão com o tópico anterior. Vaporizar 🔗 têm sido a opção menos prejudicial e mais eficaz de absorver canabinoides, justamente por que eles não são queimados e não geram uma sensação de tontura por absorção de fumaça.

No entanto, a sensação de tontura causada pela absorção de fumaça pode ser um motivo atrativo para alguns usuários que desejam um efeito perceptivo mais forte. O que acontece é que sua visão radial diminui consideravelmente mais do que ao vaporizar. Isso gera uma sensação maior de foco aos usuários, os desligando de influências externas.

Hoje em dia, com base na opinião de diversos usuários de vaporizadores de erva, sabemos que a cannabis traz um bem-estar maior ao usuário após ser vaporizada em comparação a fumar, porém, muitas pessoas relatam que o efeito da erva fumada dura mais tempo do que vaporizar.

O vaporizador de ervas é uma peça chave por que, você pode obter um efeito baseado em quantidade e qualidade da erva de maneira controlada e não exagerada. Algumas pessoas podem preferir um efeito mais leve. Além disso, caso sua cepa contenha apenas CBD, o vaporizador de ervas Crafty+ 🔗 pode ser a melhor opção medicinal custo-benefício.

Comer manga pode fazer seus terpenos terem uma reação inusitada

Apesar de ser um pouco clichê, a manga pode reagir com a maconha, principalmente a manga Alphonso rica em terpenoides. Isso pode realçar os efeitos e fazer eles durarem muito mais tempo do que o normal.

Além disso, laricar com uma manga não o causará muito problemas. Uma manga têm até 130 calorias, além de possuírem 82% de água, o que ajuda na digestão e hidratação do organismo.

Preze por chocolates com menos açúcar e mais cacau

Outro comestível exatamente interessante que pode reagir com a cannabis é o chocolate amargo. O chocolate aumenta a anandamida (ANA) ou N-araquidonoyletanolamina (AEA), sendo este um neurotransmissor produzido pelo corpo, bem como serotonina, endorfina e dopamina (substância da felicidade).

Anandamida vem de ananda e isso significa alegria; êxtase, felicidade suprema.

Uma última curiosidade interessante sobre comestíveis é que, enquanto ingerimos alimentos gordurosos 🔗, nosso intestino passa a produzir endocanabinoides com base no que passa por nossa língua! Ou seja, isso causa um efeito de bem-estar relaxante muito semelhante à maconha.

Maconha com tabaco. Sim uma blunt, ou um teste de eficiência inesperado num laboratório

Um estudo de 2008 da vapormed 🔗 testa a eficiência da maconha pura e da maconha com tabaco, no entanto, o que não se esperava é que o tabaco aumenta a eficiência de vaporização do THC em até 45%! Isso até pode ser inusitado, mas, nosso amigo Snoop Dogg não pode dizer o mesmo.

Dentre a lista de opções chapantes, essa é uma das que não recomendamos, apesar de ser um assunto bem considerável dentro da cultura.

Estamos cansados de citar o quão prejudicial é o tabaco, então, opte por algo menos danoso.

Maconha com álcool. Crossfading - definitivamente famoso e corrosivo.

Dando continuidade a nossa longa lista de como ficar mais chapado, dessa vez é a vez do álcool trazer seu papel degradante. Como se já não bastasse o potencial de esquizofrenia da maconha, é muito comum tomarem uma cerveja enquanto fumam ou vaporizam. Vamos entender melhor o que acontece a seguir com ajuda da Healthline 🔗:

Beber antes de ingerir maconha intensifica os efeitos psicoativos da erva, sendo o delta-9-tetrahidrocanabinol (THC). Uma alta definitivamente mais forte. Algumas pessoas defendem esta prática, mas, se você estiver em um grupo, provavelmente alguém pode ter uma reação diferente, bem negativa, aliás.

Entre os sintomas mais comuns estão: sudorese, tontura, náusea e enjoo. A longo prazo: função cognitiva diminuída e condução automobilística prejudicada. Evite bad trips.

Deixe seu comentário

Comentário

Nome

E-mail

Quanto é ?