CBD Curiosidades

Toda a história do CBD medicinal: China antiga, benefícios e produtos

Toda a história do CBD medicinal: China antiga, benefícios e produtos

A era de Cannabis (a.C.), culmina em duas invenções que poderiam indubitavelmente mudar o mundo. A primeira invenção foi a corda de cânhamo, produzida na Rússia.

Sendo um objeto de estudo essencial, com os equipamentos que possuímos hoje, foi possível notar que a Rússia fazia uso contínuo, aos 600 anos (a.C.), como um essencial agricultural, para plantio.

A segunda invenção, e possivelmente a mais importante relacionada a maconha, foi o papel. Na China, nos dias por volta de 100 (a.C.). A poupa da Cannabis, e as Fibras de amora, eram usados para criar as primeiras formas de papel.

Os anos anteriores de Cannabis foram destacados por enormes descobertas, tanto quanto saltos conscientes do ser humano, quanto a ingenuidade e o temor pelo desconhecido.

Resultando na era atual de Cannabis, a dispersão, começou através do Leste distante e do Oeste. Dando origem a porção latente da era atual, que está repleta de informações enganosas, de campanhas de difamação, até, caras e extensivas; “Guerra das Drogas”.

Como tudo começou?

Uma teoria proposta pelo Astrônomo, e mundialmente Astrofísico, conhecido como Carl Sagan. Dando um salto luz no tempo, e indo para 6000 anos (a.C.) antes da era comum, era possível relatar que os chineses, começaram com o uso das sementes de Cannabis, e uso do óleo de Cannabis na comida.

Aos 4000 (a.C.) a indústria têxtil teve em sua aparição constante com o Cânhamo. A indústria têxtil marcou o começo da era industrial com o Cultivo da Cannabis, no qual duraria pelo menos um milênio para chegar.

Ainda na Ásia, o haxixe era sendo usado muitas vezes por rituais religiosos presentes em alguns países do continente. Sua origem Milenar, foi cultivada pela Cultura Asiática, sendo instrumento de agricultura.

Tomando os descobrimentos do Homem, foi se tornando possível entender que era possível usar medicinalmente a camada oleosa que protegiam as folhas da maconha, usando-o com múltiplos benefícios. Os primeiros relatos gravados do uso de cannabis medicinal, provém do Imperador Chines, Shen Neng, por volta de 2737 (a.C.).

Shen Neng é renomado na China, por ser o pai da medicina chinesa, ao qual é atribuído as descobertas do ephedra e do ginseng. O uso da maconha medicinal era realizado para aliviar sintomas de gota, constipação, reumatismo e fadiga, também sendo usada como anestésico para Cirurgia.

Em referência, ao texto anterior, também temos em destaque o nosso artigo com relação à História do CBD:

- Toda a História da Cannabis: 100 - 1900 a.C., Guerra das Drogas e EUA 🔗

Dando enfase a história, a Cannabis viajou pelo vasto mundo. Passou por povos africanos, gregos, indianos e árabes, que exploraram cada fibra e cada propriedade para produção de combustíveis e outras formas de consumo, possibilitando as origens de várias Strains, que se adaptaram ao ambiente e a cultura local, propiciando diferentes efeitos e tratamentos medicinais.

Atualmente podemos realizar a ciência ao nosso favor, com os produtos da loja elitevape420 🔗

Dentre eles:

Vaporizadores de erva 🔗

Vaporizadores de concentrado 🔗

Caneta vaporizadora 🔗

Chineses colhendo maconha

Qual o benefício?

O CBD pode ser usado em uma gama muito ampla de ocasiões, embora sejam necessárias mais pesquisas, os estudos tem referenciado um potencial para aliviar sintomas de muitas condições, incluindo dores crônicas e inflamações.

Alguns dos benefícios que o CBD incluem, são:

Ansiedade: um estudo muito citado de 2011, publicado na Neuropsychopharmacology descobriu que os pré-tratamentos com CBD reduziram significativamente a ansiedade antes de um compromisso público. Aqueles que receberam CBD também experimentaram redução do comprometimento cognitivo, desconforto e níveis de alerta quando comparados com os grupos de controle e placebo.

Tratamentos

Dores crônicas: um estudo pré-clínico realizado em 2007 em ratos publicado no European Journal of Pharmacology forneceu evidências de que o CBD pode atenuar dor neuropática crônica (nervosa) e inflamatória. De acordo com alguns relatórios, o CBD proporciona um alívio superior da dor quando combinado com alguma concentração de THC.

Condições de insônia ou sono: concentrações mais altas de CBD podem promover sonolência. Um estudo de caso realizado em 2019 e publicado no The Permanente Journal mostrou que 66,7% dos pacientes com problemas relacionados ao sono experimentaram uma melhora em seus padrões de sono após usar óleo CBD por um mês. Como mencionado antes, no entanto, o CBD também pode causar insônia, por isso alcançar a dosagem certa é essencial.

Inflamação: o CBD possui propriedades anti-inflamatórias que podem aliviar condições como colite e outras doenças autoimunes, artrite, neuro-inflamação e dor muscular ou articular.

Epilepsia: há um conjunto considerável de evidências que demonstram a eficácia do CBD na redução de convulsões. O CBD tem sido comprovado para reduzir a frequência de convulsões focais e generalizadas em condições graves como síndromes de Dravet e Lennox-Gastaut.

O CBD pode gerar sensações de calma, inibindo a absorção de anandamida, um endocanabinoide que ajuda a manter a homeostase. É também indicado no alívio de sintomas como dor, inflamações, depressão e ansiedade.

O frenesi em torno do CBD atingiu o tom de febre. O CBD agora é onipresente e pode ser encontrado em cosméticos, bebidas, e até em produtos sanitários. No entanto, sua popularidade significa que há desinformação sobre o que é CBD, como ele funciona.

Óleo e sementes de cânhamo

Formas de ingestão

A diversão de opções de ingestão permite que os utilizadores testem consideravelmente a sua experiência de consumo do canabinoide. Não está limitado a uma única forma de tomar o canabinoide, podendo combinar diferentes métodos para alterar a duração dos efeitos e a rapidez de atuação.

As quatro vias de administração abaixo não mudam apenas como ingere o canabinoide, estas também alteram como este viaja pelo corpo.

CBD oral

Ao tomar o CBD oralmente, este passa pelo trato digestivo e pelo fígado antes de entrar na corrente sanguínea. No fígado — um órgão metabólico importante — o canabidiol passa pelo efeito da primeira passagem e é parcialmente decomposto.

O CBD oral é uma forma eficiente de dosear o canabinoide, tornando simples e discreto. Engolir várias gotas de óleo CBD proporciona a forma mais fácil e mais direta de consumir a molécula.

Softgels CBD: estas cápsulas são uma das formas mais eficientes de consumir CBD oralmente, tanto em casa como fora desta. Contendo o mesmo óleo CBD de alta qualidade da nossa gama, estas cápsulas insípidas e inodoras são fáceis de incorporar numa rotina de suplementos existente e não envolvem nenhuma confusão.

Óleo CBD lipossomal: os lipossomas são uma forma de nanotecnologia que proporciona ingredientes ativos às células alvo e aceleram a biodisponibilidade. Estes “casulos” transportam o canabinoide em segurança ao longo do tortuoso trato digestivo e diretamente para o seu local de ação.

Óleo CBD: o óleo CBD da CBDFX é disponibilizado em diferentes concentrações. Produzido a partir de cânhamo cultivado naturalmente na UE usando tecnologia de extração com CO2 opo de gama, este óleo de alta qualidade proporciona uma dose não adulterada de CBD e terpenos. O óleo CBD pode apresentar vários transportadores, tais como azeite, óleo MCT ou óleo de cânhamo.

Isolados de CBD: a forma mais concentrada de CBD, estes cristais contêm 99% de CBD puro. Utilize-os para criar o seu próprio óleo CBD, salpique-os nos alimentos, ou misture-os com as bebidas para uma dose de CBD de alta qualidade, em qualquer lugar e a qualquer hora. Estes destinam-se a utilizadores mais avançados que querem fazer as suas próprias misturas naturais.

CBD sublingual

Verá que a utilização da maioria dos óleos CBD combina o sublingual com o oral, dado que começa por suster o óleo sob a língua e depois engole o restante — combinando os benefícios de ambos.

Isolados de CBD: estes cristais de CBD 99% puros dissolvem-se rapidamente sob a língua, enviando excesso de CBD para a corrente sanguínea, embora não apresentem os benefícios de um óleo de espetro integral.

Meladol: esta mistura única combina o poder suavizante do CBD com a influência reguladora da melatonina. Destinado a apoiar um ciclo de sono saudável.

Óleo CBD: coloque o nosso óleo CBD de espetro integral sob a língua durante cerca de um minuto antes de engoli-lo. É desta forma que a maioria dos consumidores opta por tomar o óleo CBD.

Spray nasal de CBD: embora aplicado na narina, este spray nasal passa por uma membrana mucosa no nariz e passa para a circulação sistêmica. Muito semelhante à administração sublingual, este envia essencialmente o canabidiol diretamente para a corrente sanguínea. O dispositivo médico de Classe I também contém eucalipto e capsaicina para limpar as vias respiratórias.

CBD inalável

O CBD inalado passa pelos pulmões e difunde-se pela corrente sanguínea através dos alvéolos, produzindo efeitos praticamente instantâneos

Juices e Extratos: estes produtos contêm altas concentrações de CBD numa única passa. São altamente refinados e mais frequentemente utilizados num vaporizador.

Inaladores: estes aparelhos oferecem uma forma limpa, instantânea e precisa de transportar o CBD diretamente para a corrente sanguínea através dos pulmões.

Flor de CBD: os cultivadores desenvolveram estirpes de canábis e de cânhamo com níveis altos de CBD e baixas quantidades de THC para produzirem um efeito cristalino sem uma moca. A flor pode ser fumada ou vaporizada conforme desejar.

CBD tópico

As fórmulas tópicas contêm uma miríade de outras moléculas que ajudam a manter a saúde da pele e a retardar o envelhecimento da mesma.

Cremes de beleza de CBD: destinados a auxiliar nos regimes de beleza, os cremes de beleza de CBD misturam o CBD com as propriedades comprovadas de vários ingredientes cosméticos para manterem a pele jovem, macia e sedosa. Os cremes de beleza de CBD almejam frequentemente uma área específica — predominantemente o rosto, mas também podem destinar-se a locais como as mãos ou os pés.

Cremes medicinais de CBD: estes são dispositivos médicos de Classe I que utilizam o CBD como um ingrediente de apoio adicional. O CBD é suspenso em lipossomas para penetrar profundamente na pele enquanto os outros ingredientes nutrem e rejuvenescem para combater a vermelhidão e a secura.

Outros tópicos de CBD: os tópicos de CBD também podem incluir produtos como bálsamos labiais de CBD ou géis de CBD para os olhos. Muito à semelhança dos cremes, estes destinam-se a apoiar a pele, auxiliando a mantê-la saudável e equilibrada - mas também podem oferecer maiores camadas de apoio, ou uma absorção mais rápida nas áreas pretendidas.

Conclusão

O artigo conta com a história do acompanhamento de culturas antigas, fazendo alusão ao uso de CBD, desde os primórdios do tempo. Acompanhando a saga da Cannabis, até a descoberta das funções atuais para o uso medicinal, comentando sobre o seu uso legal, métodos de ingestão, e tratamentos continuados, relacionados ao uso do mesmo.

Fontes

https://lorena.r7.com/categoria/saude/Governo-de-Sao-Paulo-define-quais-doencas-serao-incluidas-no-tratamento-com-CBD-pelo-SUS/p> 🔗

http://www.tjmt.jus.br/intranet.arq/cms/grupopaginas/105/988/Qual_a_diferença_de_haxixe_e_maconha.pdf 🔗

https://www.cibdol.pt/enciclopedia-cbd/ 🔗

Assuntos: HISTÓRIA CBD
Deixe seu comentário

Comentário

Nome

E-mail

Quanto é ?